Busca Ok A+ | A-

Serviço Social do Hospital Samaritano de São Paulo

 

De forma a contribuir para o bem-estar social do paciente e da família, o Hospital Samaritano dispõe do atendimento personalizado do Serviço Social nos diversos projetos e serviços oferecidos pela Insituição.

Serviço Social para pacientes e familiares da Instituição  


O Serviço Social proporciona atendimento a pacientes e familiares realizando orientações, intervenções e encaminhamentos diversos. Neste tipo de atendimento, o Serviço Social:

- Oferece escuta e acolhimento para o paciente e sua família;
- Identifica aspectos da dinâmica familiar;
- Realiza orientações sobre benefícios assistenciais e previdenciários;
- Orienta, por exemplo, onde pleitear oxigênio pela prefeitura, ostomia, entre outros.

O serviço utiliza de recursos da comunidade e conta com um banco de dados que contempla informações úteis ao paciente, tais como:

  • Endereço de UBS – Unidade Básica de Saúde
  • Locais de farmácia para aquisição de medicamento de alto custo
  • Referência de ONG (organização não governamental) como, por exemplo: ABRALE (câncer), APROFE (anemia falciforme), ABRAZ (Alzheimer), ADJ (diabetes juvenil), ABEM (esclerose múltipla), APAM (fibrose cística) entre outras.


Contato:  
Tel: +55 11 3821-5657
servico.social@samaritano.org.br

Serviço Social na equipe de Cuidados Paliativos

O Serviço Social na equipe de Cuidados Paliativos do Hospital Samaritano realiza atendimentos a famílias de pacientes acometidos por doenças que ameaçam a vida.

O acompanhamento do Serviço Social nesta equipe objetiva além da escuta sensível, a realização de uma avaliação socioeconômica considerando informações fundamentais de serem obtidas como, por exemplo, história de vida do paciente, composição familiar, local de moradia, religião, formação, profissão, situação empregatícia do paciente, entre outras. O estabelecimento do vínculo com o Assistente Social torna a condução do caso rica em detalhes importantes e significativos para família e, especialmente, para o paciente.

O atendimento ao paciente e sua família é realizado em caráter internado e também ambulatorial.

Contato:  
Tel: +55 11 3821-5657
servico.social@samaritano.org.br


Serviço Social no Serviço de Atenção Integral ao Dependente - SAID

O Serviço de Atenção Integral ao Dependente – SAID, conta com uma equipe com diferentes profissionais, capacitados para o cotidiano do serviço.  Entre seus colaboradores contamos com 5 Assistentes Sociais, sendo 01 Coordenadora de Unidade 04 profissionais de referência, destacamos a importância da atuação dos assistentes sociais nas diferentes unidades do SAID. Esta atuação é versátil e tem como objetivo a horizontalidade na atenção aos pacientes, assim, suas atribuições vão além do atendimento e orientação. Com periodicidade a Coordenação Técnica realiza a Supervisão dos Assistentes Sociais, objetivando a excelência de nosso serviço, visando um atendimento que contemple as demandas explicitas e implícitas de cada paciente.

Essa atuação perpassa desde o manejo com o paciente e seus familiares; à articulação da rede de atendimento – CAPS (Centro de Atenção Psicossocial), Conselho Tutelar, CRAS (Centro de Referência de Assistencia Social), CREAS (Centro de Referência Especializado em Assistência Social, entre outros) –, com a finalidade da continuidade do tratamento e do desenvolvimento psicossocial do paciente; a coordenação e participação nos diferentes grupos de orientação, formação, fortalecimento para os pacientes e seus familiares.
Dessa forma, destacamos a relevância do papel do assistente social no referido serviço, pois com seu olhar acurado para a leitura das expressões da questão social articulado com as outras áreas do saber, cria-se a possibilidade de um trabalho transdisciplinar.
 
Contato: 
 
Tel: + 55 11 2219-2700
deise.nascimento@samaritano.org.br  

Serviço Social no Projeto AMA

O Serviço Social no Projeto AMA, atua junto às famílias em situação social de risco, intervindo por meio de técnicas, nos fatores sócios ambientais que interferem no bom aproveitamento do tratamento dispensado, prejudicando a saúde dos usuários.

  • Realiza acompanhamento individual, por meio de entrevistas sócio econômicas onde são levantadas as vulnerabilidades existentes,  procurando estabelecer propostas de tratamento social mais  adequado e consciente;
  • Encaminha para os recursos comunitários, contatos diversos e visitas domiciliares;
  • Realiza trabalho de grupo junto com a equipe multidisciplinar,por meio do uso de técnicas de dinâmica de grupo, nas oficinas de orientação e saúde;
  • Mantém contato, otimiza e articula os  serviços disponíveis na rede pública e no Hospital Samaritano, para atendimento da demanda do projeto;
  • Elabora trabalho pesquisa para levantamento de indicadores que possam nortear e aperfeiçoar sua ação.

 
Contato:
Tel: + 55 11 3664-7162
amelia.majarao@samaritano.org.br

Serviço Social na equipe de Transplantes

O Serviço Social no Núcleo de Transplantes atua junto aos pacientes com Doença Renal Crônica, Doença Hepática e Neoplasia, visando minimizar os preditores de riscos que podem acarretar em não-adesão ao tratamento pré e pós-transplante. No Núcleo são realizadas as seguintes atividades:

  • Avaliação Social: Realizada na fase pré e pós-transplante, com a finalidade de avaliar os fatores sociais que permeiam o tratamento proposto. Abrange os pacientes, familiares e possíveis doadores;
  • Entrevista Social: Constituída de um diálogo aberto com os pacientes, familiares e possíveis doadores, no qual procuramos compreender: dinâmica familiar; entendimento e comprometimento com o tratamento; retaguarda familiar (cuidador) e concessão dos benefícios previdenciários e assistenciais;
  • Orientação Social: Informamos quais os critérios para requerimento dos benefícios previdenciários e assistenciais destinados aos pacientes portadores dessas doenças, tais como: auxílio-doença; aposentadoria por invalidez; sague do fundo de garantia do tempo de serviço (FGTS) e Programa de Integração Social (PIS) do titular ou seus dependentes; tratamento fora de domicílio; isenção tarifária; passe livre; transporte da Prefeitura da cidade de origem; benefício de prestação continuada (BPC), isenção de alguns impostos; entre outros;
  • Encaminhamento aos recursos da rede e comunidade, sempre que necessário. Geralmente, a demanda maior é por Casa de Apoio, Farmácia Popular e de Alto Custo, CRAS, CREAS, CAPS-AD, Unidade Básica de Saúde;
  • Estabelecimento de via de comunicação participativa entre pacientes, familiares e equipe multidisciplinar. Para tanto, realizamos, de acordo com a demanda, discussão dos casos entre as equipes envolvidas.  

  • Contato:
    Tel: + 55 11 3821-5633
    marilene.nascimento@samaritano.org.br